Online

O LUCRO: Globo e Record vendem todas as cotas de patrocínios para as Olimpíadas, e Band só a metade

Rede Globo e Band, apresentaram seus estúdios situados na vila olímpica, de lá, serão transmitidos, telejornais, programas esportivos e atrações especiais para falar sobre os jogos. Outro fator importante para as emissoras, foram as cotas de patrocínios, que começaram a ser vendidas desde o ano passado. As oficiais, Globo e Record, conseguiram vender todas as seis cotas disponibilizadas para o mercado, já a licenciada e em crise, Band, vendeu apenas 4 das oito que foram disponibilizadas.

Segundo o site comercial, das próprias emissoras, a Rede Globo, terá como anunciante nesses jogos, a Claro (Telefonia Móvel); Coca Cola; Fiat; Bradesco; P&G e Nestle, segundo informações do jornal “Meio & Mensagem”, cada cota de patrocínio, foi vendida à R$ 255 milhões, ou seja, seguindo o valor de tabela, a Rede Globo, terá um faturamento médio de R$ 1,53 bilhão com o evento.

Já a Rede Record, terá a Claro (TV Por Assinatura); Coca Cola; Caixa; Loreal; Sadia e Devassa, segundo o site da emissora, com o plano de patrocínio dos jogos, cada cota foi vendida, por R$ 126 milhões, seguindo esses valores de tabela, a emissora de Edir Macedo, deve faturar cerca de R$ 760 milhões com os jogos, mesmo sem ter feitos maiores investimentos, como sua concorrente.

Em crise, a Band, foi a unica emissora que encontrou dificuldades para vender suas cotas de patrocínios, segundo informações do próprio site da emissora, “Bradesco Seguros”; “Sadia”; “Brasil Kirin” e “Ricardo Eletro”, serão seus anunciantes nos jogos, inicialmente, as cotas foram negociadas a R$ 311 milhões, valor absurdamente alto e fora de cogitação, com os descontos concedidos pela emissora, estima-se, que a Band fature cerca de R$ 140 milhões. A emissora, vendeu apenas 4 das 8 cotas de patrocínios, que foram colocadas à venda.

Postar um comentário