Online

Mr Catra é chamado de 'machista' ao dizer que só homem pode ser infiel

O músico confessou para a cantora Mara Maravilha, que também esteve na atração, o que ele pensa sobre as drogas e ainda admitiu que já usou cocaína

Na terça-feira (5), o funkeiro Catra participou do programa “Bate & Volta”, na Band, e, durante a entrevista deu algumas declarações inusitadas. O músico confessou para a cantora Mara Maravilha, que também esteve na atração, o que ele pensa sobre as drogas e ainda admitiu que já usou cocaína.

“Na minha opinião entorpecente é lazer, quando deixa de ser lazer vira droga. Eu liberaria todas as drogas. O Brasil é um país que está em crise. A gente gasta milhões com segurança pública e os traficantes continuam ganhando milhões. Uma vez me lembro que cheguei em casa e minha filha Júlia era pequenininha. Eu estava drogado e não conseguia encostar nela. Me deu uma angústia. Depois disso eu parei. Eu dormi ‘chapado’ e acordei careta”, confessou.

“O ser humano não precisa de drogas, Catra. O ser humano precisa de Deus”, opinou Mara.

Conhecido por ter várias mulheres, Catra ainda defendeu a ideia de que só os homens têm o direito de trair. “Homem não trai, homem tem fraqueza. Quando vocês querem (sexo) de verdade, vocês cercam e atacam o homem. Você acha que é fácil se controlar? Cada vez tem mais mulheres no mundo. Como é que a gente vai se segurar? A mulher pode ter 300 relacionamentos, mas ela só vai amar um homem. Já o homem consegue se apaixonar por mais de uma mulher ao mesmo tempo”, declarou ele.

Nas redes sociais, as declarações do funkeiro não caíram tão bem e os internautas o chamaram de machista. "Ahhh agora tem um papo que só homem tem direito de trair. A mulher tem que ficar trancada, sem olhar para os lados", disse uma mulher no Twitter.

Postar um comentário