Online

A Fazenda se vai…

 

A FAZENDA -  LogoA 5ª temporada do reality showA FAZENDA” está chegando ao fim, e depois de 3 meses no ar, é possível fazer algumas observações importantes, inclusive comparando com outros programas semelhantes.

É notável que a essa altura do campeonato, a Rede Record já não consegue escalar para o elenco do reality, pessoas tão famosas ou polêmicas como aconteceu na 1ª tempordada da Casa dos Artistas, que ficou na história ao ser o 1º programa deste segmento a ser exibido na TV aberta pelo SBT e chamar a atenção dos brasileiros. Mas o que se pode ver hoje, é um trabalho que vai além da escolha do elenco. A emissora do Bispo, acertou ao investir milhões (mesmo que patrocinado pelos fiéis da Universal) na produção deste formato. O cuidado com as imagens, o som, as provas, os animais e toda a estrutura da fazenda localizada em Itú, fica perceptível ao telespectador na tela da TV, e isso comprova o porque, mesmo que em meio a crise enfrentada pela emissora nos últimos tempos, o programa é a maior audiência do canal.

Britto Jr, Apresentador de “A FAZENDA”

Claro que este tipo de formato já está saturado, mas o povo ainda gosta muito. E “A FAZENDA” teve uma grande evolução, desde sua primeira temporada, e já não é possível dizer o mesmo do Big Brother, que depois de 11 edições só conseguimos ver uma grande decadência. Em um comparativo básico entre estes dois programas, já é possivel concluir que A Fazenda já se destaca em relação ao BBB, devido a sua transmissão, que acontece em Full HD, enquando o reality da platinada continua sendo exibido em SD, um grande atraso quando o assunto é tecnologia. Nas provas para definição do fazendeiro, o telespectador se depara com uma super produção, que impressiona a cada programa, não fica devendo pra nenhum programa americano. Já o reality da emissora carioca, chateia quem está em casa, pois durante os três meses de duração do programa, a última coisa que se vê é emoção, é frieza do começo ao fim, nada prende o telespectador a não ser as cenas de nudez ou de exploração das supostas relações sexuais que ocorrem embaixo do edredom.

Hoje, assisto A FAZENDA com um olhar bem crítico, mas fico satisfeito com o resultado, não pelos closes generosos nos corpos das participantes, mas pelas cenas que são apresentadas ao longo do show. O movimento das gruas, o movimento de uma steadycam ao acompanhar um participante, tudo isso dá um ar mais sofisticado e profissional à transmissão. E por isso deixa saudades, pois sei que não verei algo tão bem feito até a próxima edição.

Espero que no futuro, todas as emissoras trabalhem com um padrão de qualidade parecido. Sofisticação é bom e todos gostam, esse tom popularesco que as emissoras abertas insistem em aplicar, já era e não está com nada. Mais do que nunca, as grandes emissoras brasileiras precisam evoluir.

Postar um comentário