Online

TRETA: Após ser levado à delegacia, rapper Emicida é solto em BH


O DJ Nyack, que trabalha em parceria com Emicida, postou uma foto do rapper dentro da delegacia em seu Twitter. Foto: Reprodução/Twitter

Na noite deste domingo (13), o rapper Emicida foi detido pela Polícia Militar depois do show que realizava no bairro de Barreiro, em Belo Horizonte.
Por volta das 22h30, o músico postou em seu perfil no Twitter: "fui preso por desacato a autoridade após o show em BH por causa da música Dedo na Ferida", referindo-se ao rap que fala sobre o enfrentamento entre a polícia e as comunidades da periferia das cidades, como o caso do despejo da Ocupação Eliana Silva, na capital mineira.
Cerca de uma hora depois, o rapper postou novamente: "acabo de ser liberado. Desacato de autoridade, por cantar uma música. Obrigado pelo apoio, essa semana emitiremos uma nota. Obrigado comunidade hip hop de BH, rapaziada da ocupação Eliana Silva e produção do palco hip hop! Seguimos na mesma luta!".
A assessoria de imprensa da Polícia Militar de Belo Horizonte afirmou que Emicida foi detido por políciais que o encaminharam à 36ª Delegacia Seccional do Barreiro. Ainda segundo a assessora de plantão, o motivo da prisão foi a incitação de gestos obscenos por parte do artista, como protesto contra a violência na Ocupação Eliana Silva.
Segundo o rapper, ele recebeu o apoio de sua mãe, Dona Jacira, via telefone: "Dona Jacira me liga e diz 'é isso mesmo! Orgulho e Resistência!' minha mãe é zica!", postou em seu perfil. O irmão e produtor do artista, Evandro Fióti, declarou no Twitter que a prisão não interrompeu o show em Belo Horizonte.

Postar um comentário